Pessoa conferindo cotação de dólar comercial e turismo Pessoa conferindo cotação de dólar comercial e turismo

Conheça a diferença entre dólar comercial e turismo!

4 minutos para ler

Chegou o fim do ano: você está com tudo planejado para sua viagem internacional? As férias de verão e os feriados tradicionais da época são uma ótima oportunidade de tirar aqueles merecidos dias de folga e conhecer outros países. Mas na hora de comprar moeda estrangeira pode surgir a dúvida: qual a diferença entre dólar comercial e turismo?

O dólar, uma das moedas de maior penetração e valor nos mercados mundiais, é considerada a mais utilizada em transações financeiras internacionais. Por isso, é interessante entender que ela é regida por duas cotações: comercial e turismo, além do dólar paralelo, que corre fora do mercado oficial e é ilegal. A seguir, explicamos as diferenças entre ambas para que você programe sua viagem com tranquilidade. Confira!

Qual a diferença entre dólar comercial e turismo?

O dólar comercial é aquele utilizado entre transações comerciais por empresas. Ou seja: exportações e importações, serviços, produtos etc. É definido pelo Banco Central e utilizado para balizar as taxas praticadas pelo mercado em suas operações.

o dólar turismo é utilizado para emissão de passagens aéreas, transações em débito e crédito no exterior e compra de moeda física nas casas de câmbio. Ele é um pouco mais caro que o comercial, pois nele estão embutidos custos como importação do papel-moeda e taxas administrativas. É essa cotação que você deve considerar para sua viagem.

Onde e como adquirir dólar comercial?

O dólar comercial não pode ser adquirido por pessoa física, portanto, você não pode comprá-lo para gastar na viagem. A moeda é utilizada apenas para transações financeiras entre empresas: compra e venda de mercadorias e serviços, exportações e importações e ações monetárias do governo brasileiro no exterior.

Quais as modalidades de compra do dólar turismo?

Na prática, ao fazer o planejamento financeiro da viagem, sempre deve ser levado em conta o valor do dólar turismo. No entanto, você pode utilizá-lo de várias formas diferentes (cartão de crédito, cartão pré-pago, em espécie), e entre essas modalidades há variações de taxas. Você pode optar pela operação mais barata e contar com a ajuda de uma casa de câmbio especializada para entender suas necessidades e adequar a compra de moeda ao seu orçamento para a viagem. Dá uma olhada no próximo tópico!

Quais taxas incidem sobre o dólar turismo?

Depende do tipo de operação que você pretende fazer. Sobre qualquer transação internacional, incide o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que varia conforme a modalidade de uso do dólar turismo:

  • compras em espécie: IOF de 1,1% sobre o valor;
  • compras no cartão de crédito: IOF de 6,38% sobre o valor;
  • compras no cartão de débito: IOF de 6,38% sobre o valor;
  • remessas internacionais feitas por empresas autorizadas: 0,38% sobre o valor.

É importante lembrar que o dólar paralelo, negociado por doleiros e casas de câmbio não autorizadas, é uma terceira cotação da moeda e não deve ser utilizado nos seus custos de viagem, pois é ilegal e está sujeito a aplicações legais a todos os envolvidos.

Como você viu, entender a diferença entre dólar comercial e turismo permite conhecer um pouco mais do mercado para ficar atento às oscilações de preço. Assim, na hora de comprar a moeda estrangeira, você terá uma ideia mais clara das cotações e pode optar por modalidades de compra adequadas ao seu orçamento.

Achou útil este conteúdo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais para que eles também conheçam a diferença entre o dólar comercial e turismo! Quem sabe vocês não programam juntos a próxima viagem?

Posts relacionados

Deixe um comentário